Urgências: 917 309 038

Noticias

01 Jun

Displasia da anca


Caracteriza-se pela má formação da articulação da anca que, juntamente com a influência de fatores como o ganho de peso rápido e o excesso de exercício, origina um desequilíbrio entre o desenvolvimento da massa muscular e do esqueleto.

Normalmente os primeiros sinais clínicos surgem entre os 4 e os 7 meses, quando o animal afetado começa a coxear e a sentir dor durante o movimento. Contudo, nos casos menos severos, estes sinais podem passar despercebidos durante os primeiros tempos de vida.

A confirmação da doença faz-se através da realização de raio X ao animal sedado e o tratamento pode ser cirúrgico ou médico, dependendo da idade em que surgem os primeiros sinais clínicos, das alterações radiográficas encontradas e da disponibilidade financeira dos tutores. Contudo, as taxas de sucesso do tratamento cirúrgico são superiores às do tratamento médico.


Voltar